Escolhendo um desinfetante de forma correta

Escolhendo um desinfetante de forma correta

Ficar responsável pela escolha do material de limpeza de uma companhia não é uma tarefa fácil. A tarefa exige atenção, uma vez que esse será utilizado para tornar o ambiente livre de impurezas que possam ser possíveis causadoras de doenças.

Nesse sentido, dentre os principais, podemos destacar o desinfetante. Ele atua de forma efetiva para esterilizar o ambiente.

Os 4 passos para escolher desinfetante

O desinfetante é um produto químico destinado a destruir microrganismos, como bactérias e vírus, para garantir a esterilização de um dado local. Por conta desse fator, são amplamente utilizados na limpeza de prédios, academias, hospitais e outros locais de grande circulação de pessoas.

Portanto, é fundamental conhecer a importância de saber escolher desinfetante corretamente.

Na sequência baixo, confira algumas dicas que podem te ajudar no processo de decisão.

1. Conheça o destino de uso

Como já foi dito acima, os desinfetantes são responsáveis por fazer o papel de desinfeccionar. Por isso, o primeiro passo de como escolher desinfetante é conhecer a qual destino o produto será aplicado.

Aqui vale destacar que o produto não é somente útil para limpeza mais pesada, mas até mesmo para alimentos. Ou seja, é possível fazer uso de desinfetantes em frutas e verduras, no entanto, é preciso consultar a dosagem correta para não acarretar malefícios à saúde.

2. Entenda qual modelo você precisa

Tendo em vista que você já tenha em mente a qual objeto será feita a aplicação do desinfetante, é preciso pensar no modelo mais adequado para tal.

Escolher desinfetante no mercado atual é simples, três são os principais tipos: pó, líquido e pastilha.

O modelo pó pode ser diluído em água e ser utilizado para a desinfecção de alimentos. A aplicação deste na proporção correta não é prejudicial à saúde.

Em segundo lugar, o tipo líquido é o mais conhecido e comercializado de todos. A utilização dele é feita para limpeza geral que pode se estender desde residências até ambientes comerciais. Em geral, obedece a duas vertentes: diluídos e concentrados.

Por último, a pastilha desinfetante é categoria que possui maior poder de concentração. Devido a isso, pode ser utilizada tanto para limpeza geral quanto para desinfecção de alimentos.

3. Concentração

Uma vez que você opte por escolher desinfetante concentrado, é preciso se atentar a concentração dele. Essa informação poderá ser obtida no rótulo e será ideal para que no momento da diluição não ocorram imprevistos. Lembre-se que mesmo o produto diluído pode manter as propriedades originais de desinfecção.

Uma concentração para além do necessário, poderá provocar corrosão de materiais e uma concentração aquém terá ação ineficaz.

4. Escolha a fragrância

Por fim, na hora de escolher desinfetante é preciso verificar a fragrância. Como se trata de um produto químico, é comum que alguma essência seja incluída à solução para torná-lo cheiroso. Aqui, então, o melhor a ser feito é ter consciência do lugar onde será aplicado o produto e saber, principalmente, se é provável que existam pessoas que possam ter reações alérgicas.

Algumas fragrâncias como lavanda, herbal e floral são eficazes para tornar os ambientes mais agradáveis.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email